Associativismo no Mercado de Aventura

Quem nunca ouvir falar que a união faz a força? Pois então, a cooperação esta a cada dia mais presente nas discussões e alternativas para aumentar um mercado e solucionar problemas muitas vezes complexos de resolver para um único lojista.
O associativismo é uma forma de tornar um mercado maior, a cooperação entre as empresas do mesmo mercado torna estas mais competitivas, fortalece o poder de compras, compartilha recursos, troca experiências, combina competências, partilha risco e custos para explorar novas oportunidades e atuações. Sem contar que um mercado onde os lojistas são unidos cria-se uma barreira que pode inibir a ação de grandes varejistas .

Associativismo

Aprender a cooperar contribuindo para a perenidade e crescimento é um diferencial competitivo para as pequenas empresas, pois os lojistas que se manterem isolados terão cada vez mais dificuldades em enfrentar os desafios dos dias de hoje que é manter-se competitivos. Estas dificuldades vocês sabem muito bem e estão sentindo na pele o que a competição por preços na internet esta causando.
O número de lojista especializados em nosso mercado é cada vez menor, à princípio pode parecer uma boa notícia para quem esta sobrevivendo, mas a longo prazo estamos deixando de trazer para nosso mercado cada vez mais praticantes de atividades ao ar livre, logo menos consumidores também para a sua loja no futuro.

O sentido de se organizar uma associação é a existência de problemas concretos para os quais a união das pessoas é a solução mais eficaz para resolvê-los. Somar esforços, dinheiro, equipamentos, vontade e desejo de várias pessoas torna tudo mais fácil, mais barato e possível de ser realizado. Esse é o fundamento essencial do processo associativo: a soma de esforços proporcionando soluções mais eficazes para problemas coletivos.
Algumas das vantagens, entre muitas, que uma associação de lojistas pode proporcionar de imediato é a troca de experiências, barganha com os serviços financeiros de crédito, aumento do poder de compra e medidas para solucionar os problemas (etiquetagem de produtos) que estão ainda acontecendo junto a algumas delegacia do consumidor.

A princípio pode iniciar informalmente a associação através de um lista de discussão por email, depois um encontro informal entre os entusiastas e vai-se aos poucos elaborando quais são as bases e necessidades do movimento. E com o tempo o grupo pode contratar uma consultoria especializada para colaborar com a formalização da associação.

Por fim, fiquem com essa história que mostra como olhar para o outro não como um inimigo e concorrente que deve ser liquidado, e sim como um parceiro:

e4b6e-428384_433403193358093_1138438780_n

Fonte: Africa na Escola.

Referência: Série Empreendimentos Coletivos Sebrae  - Associação
Publicado em Administração, Vendas do varejo | Deixar um comentário

Um dos Piores Anos da História do Varejo

O comércio varejista teve um dos piores anos da história em 2016 após dez anos de crescimento nas vendas. Em 2014 teve sua primeira queda anual (-1,7%) e viu a crise se agravar em 2015 com uma retração inédita de -8,6% no seu faturamento real e terminou 2016 com outra retração de 8,8%. Ou seja, são quase 20% de queda em 3 anos.

Não é qualquer um que consegue sobreviver à estes números, vide os dados da Confederação Nacional de Comércio que nos últimos dois anos mais de 200mil lojas formais encerraram as atividades e quase 306 mil trabalhadores foram demitidos.

Seguem os gráficos:

Grafico Varejo

Grafico Ibge

Entretanto a boa notícia é que segundo especialistas o varejo em 2016 bateu no fundo do poço e dificilmente este ano vá repetir os mesmos números de 2015 e 2016. Apesar da instabilidade política, a desaceleração da inflação e a queda dos juros podem ajudar a acender uma luz no fim do túnel.

Aqui na Kampa estamos desde Agosto de 2015 sem reajustar os preços, diminuímos nossas margens e cortamos os custos, sem é claro abrir mão da qualidade e de nossos colaboradores.
Estamos desenvolvendo um display para os pontos de vendas e seguimos abertos às propostas criativas para fazer com que os equipamentos Kampa não fiquem parados na prateleira dos lojistas.

Apesar dos números catastróficos dos dois últimos anos, estamos confiantes que conseguindo manter os negócios com uma estrutura enxuta, pode significar resultados positivos a médio e longo prazo.

Abaixo referências usadas neste artigo:
Estadão
Conf Nac do Comércio

Publicado em Administração, Vendas do varejo | Deixar um comentário

As Mídias Sociais e o Marketing no Varejo

Imagino que você já tenha percebido que a comunicação mudou muito nos últimos 10 anos e que a perspectiva é de que continue a mudar com uma velocidade absurda pelos próximos anos. Então se você é como eu da geração que aprendeu datilografia, vou te dar uma dica: CONECTE-SE! Mas conecte-se com vontade: faça cursos sobre comunicação e mídias digitais, assista vídeos sobre o assunto, participe de comunidades que discutem as mídias no novo marketing, crie perfis e interaja nas plataformas de Telegram, WhatsApp, Snapchat, Instagran, Periscope e o já tradicional Facebook. A sobrevivência do seu negócio no varejo pode depender isso, sabia?!?

Estudar estas novas formas de comunicação é o começo para entender como vender melhor seus produtos e serviços para esse novo público conectado e cheio de desejos e expectativas novas! E o melhor de tudo é que existem ferramentas incríveis hoje para acompanhamento de resultados de suas postagens e investimentos em mídias que permitem avaliar continuamente o êxito (ou não) dos passos dados em busca dos clientes. Convenhamos que é muito melhor do que ficar distribuindo panfletos em sinais de trânsito… ou deixando seus panfletos em balcões empoeirados.

Foto: Geralt - Pixabay

Foto: Geralt – Pixabay

Não importa se o seu negócio é online ou off-line! A internet é o melhor e mais eficaz meio de comunicação com o seu cliente! Ela permite que você e sua empresa estejam mais próximos do público-alvo, conhecendo e interagindo a partir das necessidades e desejos dele – o que o permitirá mais do que entender o que ele precisa, mas qual a importância e o real significado que isso tem para ele.
No varejo estes novos canais de comunicação oferecem uma oportunidade ainda muito maior de reverter ações orquestradas de divulgação, em vendas de qualidade e aumento de faturamento, sem depender tão diretamente da indicação de clientes, ponto de venda ou parcerias. Penso que o uso destes recursos pode ser a libertação de muitos lojistas que se vêem oprimidos em função do grande número de grandes varejistas e lojas online que brotam a cada semana.

Os lojistas do segmento de aventura no Brasil estão bastante habituados a usar e seus preços com a concorrência como um importante termômetro sobre seus serviços e produtos. Alguns empresários olham os comentários e notas diariamente, não apenas de sua empresa, mas de seus concorrentes, e a partir daí tomam decisões sobre formas de pagamento, realinhamento de atendimento, e demais serviços prestados. Mas chamo a atenção de que esta postura é reativa!
Ou seja, apesar de se estar em ação e ouvir o cliente, por outro lado não há um canal ativo e proativo de comunicação, onde a loja divulgue, por exemplo, seus novos produtos, promoções, dicas de camping, ou ainda que valorize a equipe e a expertise dos vendedores (sejam as viagens que eles realizaram e os testes com os equipamentos). Divulgar e comemorar pequenos resultados do dia-a-dia com seus clientes e seguidores nas redes sociais, ajuda a humanizar e aproximar sua marca da vida real. Ou ainda ajuda a criar uma atmosfera de sonho e experiência única, onde seus seguidores desejem estar para conseguir vivenciar da mesma fonte de encantamento!

Perceba que ninguém quer somente comprar uma rede Kampa ou uma mochila. As pessoas procuram um equipamento que permita realizar sua viagem com mais prazer, que possam proporcionar momentos de contato com a natureza e que mereça ser fotografado e compartilhado nas redes sociais. Desejam uma noite de sono restaurador, contar estrelas cadentes sem passar frio, que permita acordar renovado no dia seguinte para tomar um café da manhã que encha os olhos e permita continuar a caminhada sem preocupação de bolhas no pé por uma bota de baixa qualidade! Se a preocupação dos clientes enquanto aventureiro fosse somente o preço, o grande varejista Francês de esportes já teria causado a falência de todas as lojas de aventuras nas cidades onde eles se instalaram!

Foto: Divulgação Kampa

Foto: Divulgação Kampa

Escute, você que ainda acredita que boa parte dos clientes busca preço… eu te digo que não estamos falando sobre isso! Você pode até vender redes made in China, não importa, mas a apresentação, o cuidado, a limpeza e a comunicação com o cliente devem seguir os mesmos passos que uma loja de moda de shopping! Isso porque estou falando de posicionamento mercadológico e relacionamento com o cliente! O que em hoje em dia é fundamental!!
Peço que você reflita um pouco sobre como as pessoas ficam sabendo que sua loja existe e que tipo de relacionamento você tem com seus potenciais clientes! Você coloca anúncios em portais, faz parcerias com parceiros online, paga comissionamento para guias, e agências de viagens? Legal… Mas e com o cliente? Como você fala com ele? Você depende que outras pessoas vendam você? Será que essa estratégia está adequada?

Espero ter jogado suficientes sementes de dúvidas e que isso provoque sua saída da zona de conforto!

Deixe aqui seus comentários! Será um prazer conversar contigo!

Artigo escrito para a Kampa por Ana Cristina Trevelin, consultora e diretora da Bionúcleo Gestão e Desenvolvimento – www.bionucleo.com.br

Publicado em Administração, atendimento de loja, comércio eletrônico | Deixar um comentário

Pegue Agora Mesmo Uma Vassoura e Vá Varrer Sua Loja

Todos estão noticiando sobre a crise no mercado brasileiro e as previsões estão cada vez mais sombrias. Uma rápida leitura nas manchetes dos principais jornais impressos e virtuais é suficiente para nos deixar deprimidos e pensando em ir embora, nem que for para lavar pratos no Canadá. E eu posso falar disso porque frequentemente fico chateada com as notícias e as perspectivas que se apresentam, MAS, ao mesmo tempo eu me lembro que devo FOCAR NAS OPORTUNIDADES e não no buraco negro da crise.

Por outro lado, sei que é difícil não ser contaminado pela cartase que se forma em torno do desespero sobre a falta de perspectivas e, que como em círculo vicioso vai gerando energia negativa que, além de impedir a visão de uma luz no final do túnel, nos projeta para novos pontos negativos que ainda nem havíamos percebido.

Então fazendo um movimento contrário quero convidá-los a pensar em inovação. Sabe por que? Porque eu acredito que nesses momentos difíceis é que temos a oportunidade (obrigação?) de nos reinventarmos. É como a parábola da vaquinha! Alguém empurrou você para fora da zona de conforto! Vamos aproveitar isso! E, não. Não tente voltar para aquele lugar porque ele não existe mais! Continue lendo

Publicado em Administração, Vendas do varejo | Deixar um comentário

Pesquisa Mensal Comércio de Equipamentos de Aventura

O volume de vendas do comércio de equipamentos para aventura acumula o oitavo mês com vendas inferiores ao mesmo período de 2014.
A trajetória descendente que iniciou-se no inicio do ano alcançou em Agosto sua maior diferença negativa: – 17%. Em Junho houve um índice de vendas de menos 8,1% e Julho de menos 14,8% em relação mesmo período do ano passado.
O IBGE ainda não divulgou o índice de Agosto e a previsão da Confederação Nacional do Comércio é que este ano será o pior da década para o comércio varejista devido a alta dos juros, baixa confiança do consumidor e inflação elevada.
Apertem os cintos e vamos torcer para 2015 passar rápido.
Abaixo os gráficos e índices coletados com os lojistas que responderam a pesquisa Kampa:

clique para ampliar

Publicado em Administração, Vendas do varejo | Deixar um comentário

Pesquisa de Mercado das Lojas Aventura

A pesquisa mensal do varejo de aventura realizada pela Kampa tem como objetivo auxiliar nas decisões e planejamentos futuros dos lojistas através de indicadores que permitem acompanhar a evolução e conjuntura deste mercado.

Pelo gráfico notamos um excelente começo de ano para os lojistas de aventura em 2014 com vendas 10% acima do mesmo período de 2013, em seguida as vendas nos meses de junho e julho caem para o patamar de -5% em razão da realização da Copa do Mundo no Brasil. O volume de vendas volta a estabilizar nos meses seguintes  com significativo aumento em dezembro vindo a cair drasticamente no primeiro bimestre de 2015. Essa queda abrupta segundo os economistas deve se a alta da inflação e juros, aliada a desaceleração do crédito e a queda na renda junto com a possível situação de desemprego.

clique na imagem para ampliar

A amostra foi realizada com mais de 50 lojistas sediados no território nacional e os indicadores são as receitas nominais de vendas dos varejistas do mercado de aventura, média nacional do varejo e média nacional do varejo atividades tecidos, vestuários e calçados, sendo estes dois últimos dados fornecidos pelo IBGE.

O índice mês/igual mês do ano anterior compara a receita nominal do mês com o obtidos em igual mês do ano anterior.

Estes dados só foram coletados pela Kampa graças a colaboração e confiança depositada pelos lojistas, aos quais agradecemos muito a participação.

Publicado em Administração, Vendas do varejo | Deixar um comentário

Livros Grátis Para Empreender Melhor

A Endeavor disponibilizou para baixar gratuitamente 15 livros sobre administração que podem colaborar para ampliar seus conhecimentos e gerir melhor a sua loja.
É uma forma de estudar sem sair de sua casa e se atualizar com as melhores práticas de negócios com temas que vão de planejamento estratégico a como inspirar seus vendedores.

LivrosBasta escolher um dos 15 livros em qualquer dos dois links abaixo e preencher um formulário com seu nome que o mesmo será enviado grátis para seu email.

Link 1
Link 2 

Boa leitura!

Publicado em Administração, Cursos e Palestras | Deixar um comentário

Qual o Melhor Regime Tributário Para Sua Loja?

Este simulador é uma ferramenta desenvolvida pelo Sebrae e a FGV que pode auxiliar você a tomar a decisão de escolher qual o melhor regime tributário para sua loja.
Através dos dados que você insere anonimamente no programa, o simulador calcula a porcentagem dos impostos a ser pago. Diante destes números tenha uma conversa com com o seu contador e discuta se vale a pena permanecer no Simples ou mudar para o Lucro Presumido.

SimuladorPara fazer a simulação basta clicar no link abaixo:

Simulador Simples ou Lucro Presumido

 

Publicado em Administração | Deixar um comentário

Curso Formação de Preços no Varejo

O portal de Educação A Distância do Sebrae (EAD) disponibiliza uma série de cursos gratuitos para empresários. É uma grande oportunidade de estudar no conforto de lar e fazer seus próprios horários.
Iniciando um Pequeno e Grande Negócio; Conquistar, Encantar e Surpreender o Cliente; e Como Vender Mais e Melhor são algumas das capacitações oferecidas.
Destaco o curso Formação do Preço de Venda que em minha opinião é primordial para que a sua loja tenha uma boa saúde financeira.
EAD

Para acessar o portal basta clicar nestos links abaixo:
Curso de Formação de Preço de Venda
Portal EAD Sebrae

Publicado em Sem Categoria | Deixar um comentário

Resultado Pesquisa Mercado Aventura Jul Ago Set

Segue abaixo o gráfico obtido através da pesquisa com os lojistas do mercado de aventura.

Pesquisa Kampa Mercado Aventura

Conforme o gráfico demonstra desde de maio as vendas tanto no mercado de aventura quanto na pesquisa IBGE estão declinando e registrando variações negativas.
O números da Pesquisa Kampa junto aos lojistas demonstram em Jul uma média de variação de -4,2% em relação ao mesmo período de 2013, -0,9% em Agosto e -1,4% em Setembro.
A variação de vendas nacional de varejo segundo pesquisa IBGE foi de -0,9% em julho e -1,1% em Agosto. A média nacional de varejo para a atividade tecidos, vestuários e calçados do IBGE foi de -4,1% em Julho e -1,2 Agosto. O IBGE ainda não divulgou os números de Setembro.
Os resultados das pesquisas confirmam a queda no volume de vendas alertadas por alguns lojistas e demonstra que em Agosto e Setembro houve uma melhora que quase igualou a 2013.
Agradeço a todos pela participação e usem estes dados como parâmetro para verificar se o seu volume de vendas esta abaixo ou acima do mercado.

Publicado em Administração, Vendas do varejo | Deixar um comentário